sábado, 28 de novembro de 2015

Síndrome de Diótrefes

* Já ouviu falar disso e desse Diótrefes?
Vou te apresentar... Diótrefes era um mau obreiro.

* E o que ele queria?
Queria ser o centro das atenções, a estrela, o destaque, o controlador.


Tenho escrito à igreja; mas Diótrefes, que procura ter entre eles o primado, não nos recebe.
Por isso, se eu for, trarei à memória as obras que ele faz, proferindo contra nós palavras maliciosas; e, não contente com isto, não recebe os irmãos, e impede os que querem recebê-los, e os lança fora da igreja.
Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem é de Deus; mas quem faz o mal não tem visto a Deus.
Todos dão testemunho de Demétrio, até a mesma verdade; e também nós testemunhamos; e vós bem sabeis que o nosso testemunho é verdadeiro.
Tinha muito que escrever, mas não quero escrever-te com tinta e pena.
Espero, porém, ver-te brevemente, e falaremos face a face.
Paz seja contigo. Os amigos te saúdam. Saúda os amigos por nome.



Diótrefes, significa nutrido ou alimentado por Júpiter ou Zeus um deus da mitologia grega.
Diótrefes queria controle, ele não era movido pelo desejo de servir, mas pelo ego. Ele tinha medo que alguém fosse melhor do que ele ou soubesse mais do que ele, com ele era "ou é do meu jeito ou rua".
Ele não queria uma equipe onde cada um tem defeitos e qualidades mas juntos são mais fortes, ele queria um elenco de coadjuvantes para fazer aquilo que ele quisesse do jeito dele. Ele manda e todos dizem simmmmmmm
Era um mau obreiro e por consequência um mau líder, inseguro, e por isso segura as rédeas com força, para que ninguém o supere.

O problema é que hoje, temos Diótrefes nas igrejas hoje, pessoas que são ambiciosas, egoístas e se tornam desobedientes, e a bíblia nos relata historias assim para que através das atitudes delas venhamos a aprender e não repetir seus erros. 

* Quem era o Diótrefes?
Como já disse um mau obreiro e ambicioso por glórias humanas, cresceu orgulhoso, arrogante e cheio de prepotência, incapaz de respeitar as autoridades inclusive a João. Ele foi atraído pelo cristianismo, tornou-se membro da igreja local, passou a ter influencia, elevou-se entre a liderança da igreja, mas tinha algo de feio e sujo em seu coração, uma obra da carne persistente que se chama ciúme, um ciúme doentio ao ver a influencia de João como líder da igreja.

Toda pessoa ciumenta é insegura ou tem algum complexo de inferioridade, e como todo ciumento ele gosta de ser o principal, procurar destaque, ser visto, elogiado, esse era seu prazer.
Ele não praticava os ensinamentos de Jesus (MC 10.44) e não estava disposto a sofrer pela igreja, promovia a própria justiça e não a divina.

Uma pessoa assim não consegue alcançar sucesso, porque elas não conseguem trabalhar com ninguém, assim que a vida que trabalha com ele começa a crescer ele faz de tudo para controlar, caso não consiga, ele afasta a pessoa dele, lançando-a fora da igreja.

Só que quando um Diótrefes tropeça, não há ninguém que o ajude a levantar, pois eles permanecem, fracos em determinadas áreas, não conseguem buscar força nos outros porque o orgulho não deixa e não quer ver os outros crescerem.

* Quais as características que encontramos em quem tem a "Síndrome de Diótrefes"?
- buscar aquilo que é do seu interesse
- fingir que está a serviço da obra mas sempre arquitetar a tomada de poder pra sustentar o "ser o principal"
- tem habilidade e é controlador, persuasivo
- influencia pessoas para alcançar a sua supremacia
- só pensa em si cuidando de seus interesses 
- não liga para reuniões que ele não esteja a frente e quando esta presente reage com descaso a quem está sendo usado
- desestimula pessoas que querem ajudar para poder centralizar tudo
- gosta de ser louvado, reconhecido, aplaudido, visto

* Você conhece alguém com esta síndrome?
Ore por ele, pois caso suas atitudes não mudem, vai começar a lançar pessoas dispostas a fazer a obra pra fora da igreja, só pra não perder o controle.

Ele desprezava até a João, mesmo sabendo que ele havia sido discípulo de Jesus, embora os demais membros tivessem grande consideração por João como um "pai espiritual" Diótrefes não tinha, principalmente quando o ouvia pregar, ele resmungava, e isso é um procedimento maligno.
Ele não aceitava os enviados de João, não os recebia, muito menos gostava quando João pregava, mas a admirável coragem de João não retrocedia e muito menos as atitudes malignas deste homem o intimidava, porque João era um obreiro de verdade e tinha consciência de seu chamado.

CUIDADO !!!
Não podemos cair no erro e deixar esta síndrome nos contagiar.
Precisamos considerar os homens e mulheres de Deus, deixar de lado toda arrogância e exaltação preferindo o caminho da humildade.
Não devemos ser dominadores ou brigões.

Haviam na igreja 2 obreiros elogiados por João, Gaio e Demétrio, 

3 Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.

Cada obreiro tem a responsabilidade de testemunhar e não ser dominadores ou brigões.

Haviam na igreja 2 obreiros elogiados por João, Gaio e Demétrio! Assim como hoje temos Diótrefes, também temos muitos Gaios e Demetrios.

* As pessoas vão nos decepcionar?
Sim, com certeza, mas chegaremos mais longe com a ajuda dos outros do que sozinhos, porque juntos somos mais fortes. 

Se liga

Bjksss.......Graça e Paz!!!!
  

Um comentário:

  1. Na minha igreja tem uns Diótrefes. Nunca nem tinha ouvido falar, muito bom o texto.

    ResponderExcluir